Seu Navegador não tem suporte a esse JavaScript!
 
Catira União Lobatense

 

Inspirado na cultura tropeira, o Grupo de Catira “União Lobatense” surgiu na década de 1930 no distrito de Buquira (hoje Monteiro Lobato), pelos irmãos Francisco Rosa e Antônio Rosa. Na época, a dança era restrita aos homens, apresentada somente em batizados e casamentos.

Em 1950, foi incorporada em procissões cantadas para motivar os fundamentos da religião católica, o que popularizou a manifestação entre jovens e mulheres.

 A Catira é marcada por passos firmes e palmas sincronizadas, ritmo composto pelo som da viola caipira, entoado por dois violeiros. A dança é executada em duas fileiras - uma em frente à outra formando pares. O chapéu é uma peça fundamental.